Cirandeiro do Amor

Trecho

Em voltas que o mundo dá,
como na volta em torno do brilho do seu anel
que é o brilho que nutre a vida
Quando a gente ciranda na expansão do amor
fica apreciando os moinhos, de dentro dos barquinhos de papel
para descer em novas margens
em pequenos passos tímidos e hesitantes
como criança descalça e segura
mirando com saudade os seus horizonte

(…)