Lugares Secretos

Está tudo lá, nos desacordos das mensagens cinzentas

Em letras estudadas, acobertando sentimentos desbotados

Assim somos nós, quem nós não somos mais

Melhor não, porque o sim tem sido tão vago e

Estamos sonados, dormente e ausentes

Somente raspando o ácido do fundo, feito abstinentes

E as imagens e as falas se tornaram o deus

Quebrado em pedaços menores e guardados em lugares secretos

Brumas e nuvens, para salvar nossos pecados e

Eu, agora, em princípios, meios e fins em que não chego

Porque meus dedos morenos estão exaustos

Dos múltiplos touch angústia

Porque só restou a tela fria